Baja Dicas
Por Guidetti/PR
inserido no site em 06/05/2007
Esta página não tem ligação com o fabricante deste veículo

É o seguinte galera, andei muitos anos de gaiola, mas não estava feliz, queria um Fusca Baja só meu, em tudo. Penei muito pra conseguir deixar do jeito que eu queria, entrei na página do Planeta infinitas vezes atrás de soluções pra deixar o "Frank" (o nome foi dado pelo fato de ter peças de pelo menos 100 fuscas diferentes kkkkk) do jeito que eu queria. Acho que ficou bem legal, por isso resolvi compartilhar com vocês as configurações que eu melhor me adaptei, caso alguém ainda tenha dúvidas sobre o que fazer, como fazer, etc.....

Vamos lá! Começei do zero, pé de coluna, caixa de ar, assoalho, tudo novo, os paralamas traseiros vieram de um Baja, o resto é do fusca mesmo, cortei a saia, cortei a tampa do motor. Na frente não tem segredo, cortei um pedaço dos paralamas, tirei o minikits e soldei uma "chapa tapa buracos". Fiz um parachoque com um peito de aço que deu um angulo de ataque legal, além de baratear o custo em materia de funilaria.

Já usei na gaiola o sistema IRS mas, particularmente, acho que o câmbio da Kombi com redução é melhor, mais barato, mais fácil de instalar, além de dar mais força. Notei uma pegada com mais aderência em terrenos de dificil acesso. Os amortecedores são os da Kombi mesmo, mas refeitos com ação dupla.

O lance do freio de mão duplo é excelente para compensar o fato da falta de tração. Caso uma roda fique suspensa, é só acionar o freio do lado dessa roda, que a outra começa a trabalhar.

O motor é um Tork 1600, dupla carburação a alcool. Além do câmbio com redução, usei a relação mais curta (8:35), o que resultou em "uma força incrível". No começo tive problemas com as travas da ponta de eixo que não aguentavam a força do motor e a aderência dos pneus em subidas muito íngrimes, problema resolvido com uma trava de rosca no lugar da trava original.

O escapamento é o mesmo modelo usado nos Fuscas Speed, só que elevado. A parte elétrica foi toda colocada dentro do carro, bobina (uso a do AP), regulador de voltagem, ignição eletrônica, além dos filtros de ar (que eu coloquei do Corcel I), tudo instalado no famoso chiquerinho do Fusca. O distribuidor foi vedado com silicone e uma capa antiga que vinha no GOL BX (pode entrar no rio que a jóia não pára kkkkk).

Na dianteira usei o sistema de catraca invertido, só tive que torcer um pouco os braços para não estrangular os pivôs.

Os pneus usei 255x75x15 na traseira e 195x75x15 na dianteira, todos modelo frontiera. O carro tem um vão livre muito bom, cerca de 50cm, o peito dianteiro também ficou com uma altura legal Na parte interna eu abusei da segurança: bancos concha travados, cintos quatro pontos, além de uma gaiola de proteção vinda de um Fusca Speed. Ficou bem legal, recebendo até elogios dos fiscais de prova.

O painel também ficou legal... contagiros, voltímetro, pressão do óleo, temperatura do motor, land meter, Trip Totem.

Os últimos projetos ficarão para 2007, como por exemplo a instalação de um guincho elétrico....

É isso aí, galera. Uso o carro em rallies de regularidade, raids, trilhas pesadas, leves, passeios, enfim... "onde convidarem que tiver contato com a lama, eu to dentro".

""porque se sujar faz bem"" kkkkkkkkk

Mandarei fotos e videos dele em "ação". Espero ajudar alguém em algo, pois sites de baja são precários demais. Quem precisar de algo mais, é sé entrar em contato.

Sou de Cambé - Paraná (15km Londrina)

Marcelo Guidetti
guidetti@pop.com.br

 
 

Excelentes dicas do Guidotti! Principalmente aquela das ponteiras de eixo, uma "doença crônica" dos bajas e buggies mais exigidos - experimente fazer um zerinho muito rápido, que a chance de detonar estas ponteiras é grande!

Acho que esta página poderá ajudar, em muito, os bajeiros e buggueiros de plantão.

Vai pra a página dos bajas
O uso deste site e seu conteúdo subentende o conhecimento das "Políticas de Uso"
Apoiando buggueiros desde 1999 - by planetabuggy