Como Fazer um Baja Bug
Parte 1
inserido no site em 04/02/2007
Importante: esta página não tem ligação com o fabricante deste veículo
The making of the USA Baja Bug
 

Tudo sobre Baja Bugs - A perspectiva de um construtor

Parte 1

by Dean Varton, Duvall, WA
 

Após passar os últimos 15 anos trabalhando com fuscas, decidi escrever algumas de minhas experiências sobre a criação de Baja bugs e carros especiais sobre fuscas, também conhecidos como kit cars.

KITS

A primeira coisa que alguém precisa saber para montar um kit, é que as companhias que fazem estes kits deveriam tentar montá-los, antes de vendê-los. Ainda vou encontrar algum kit (de baja ou qualquer outro) que encaixe perfeitamente no carro. Eles não dizem a quantidade de trabalho necessário para instalar e deixar com um bom aspecto final.

Eu comprei um kit de baja do Mark V Fiberglass. Eles são supostamente os melhores que existem, mas, para mim, o kit não se encaixa tão bem como qualquer outro. Eles me disseram, por telefone, que são fornecedores da Bugpack e que seriam os únicos que ainda fazem o kit "wide eye baja". Isto pode ser ou não verdade, mas o que eu aprendi foi a quantidade de trabalho que o kit deles precisa para ser finalizado. Eu penso que alguém da indústria tem que voltar à prancheta de desenho e recriar estes kits, e fazer esta maldita coisa fixar-se corretamente ao carro. Quem sabe um capô que possua ângulos que possam vedar corretamente ou, pelo menos, permita que um vedante seja colocado nele. Que tal um conjunto de instruções que não tenha sido fotocopiado tantas vezes que você mal pode ler o que está impresso. E PAREM de fotocopiar fotos coloridas! Você não pode ver nenhum detalhes nelas. Esta é a época dos computadores e das publicações eletrônicas que qualquer um pode ter em casa. Recriem sua publicações de maneira que NÓS, os consumidores possamos utilizá-las.

Outras coisas que eu gostaria de ver, são gabaritos e medidas corretas. Eu acho que a indústria criou estes kits na década de 60 e ninguém mais teve algum trabalho para refazê-los corretamente.

INSTALAÇÃO

Ok, chega de bater nos fabricantes de kits. Vamos falar sobre a instalação destes kits. Vou usar algumas de minhas fotos para ilustrar alguns dos problemas que você poderá ter ao instalar um kit de baja. Minha preferência pessoal recai sobre os fuscas até 1970, modelos Standard. Esqueça os Super Beetles. As estruturas da suspensão dianteira não são adequadas para o fora de estrada. (Nota do tradutor: o autor refere sua preferência aos fuscas tradicionais, categoria onde se enquadram todos os fabricados no Brasil. O Super Beetle é um modelo que não foi fabricado por aqui e tem a suspensão dianteira McPherson).

A primeira coisa a fazer é selecionar um kit. Existem muitas opções, mas as mais comuns são as seguintes:

 
Faróis nos pára-lamas (wide eyes)
Faróis centrais (bug eyes)
 

Escolha o kit que lhe seja mais atraente. Estes kits vêm em uma infinidade de opções, como pára-lamas mais largos, fiberglass mais grosso frente em peça única, etc.

Eu realmente não tenho nada a reclamar da qualidade da fibra de vidro da Mark V. Eu encomendei a extra grossa (ajuda a resistir a fraturas e quebra um pouco menos). Provavelmente, vou comprar outro kit deles, mas não seus acessórios. Você pergunta-se a razão disso? porque eles não fixam-se corretamente ao kit deles. Imagine isto! Eu compro um baja kit, estribos (side bars), gaiola do motor (engine cage), pára-choque dianteiro e mais alguns acessórios, e eles NÃO COMBINAM!

Os estribos não podem ser colocados no carro, porque os pára-lamas interferem neles. Eu precisei cortar os pára-lamas para conseguir fixá-los. Você pode dizer que isto não é um grande problema e provavelmente está certo, mas eu já estava com os pára-lamas pintados e instalados e os estribos pintados com epóxi pó antes de encontrar este problema. Novamente, nenhuma instrução detalhada com o kit.

A gaiola do motor é boa. Ela combina corretamente com o carro, mas eu instalei um kit para firmar melhor a transmissão e os suportes não deixaram a parte inferior da gaiola ser instalada corretamente.

O pára-choque dianteiro não pode ser instalado diretamente, pois você precisa checar isto, ANTES de instalar a parte frontal do kit. Se esta parte for instalada com um ângulo incorreto, seu pára-choque não irá encontrar-se com seu suporte. Eu precisei lixar um pouco da fibra para conseguir este encaixe.

Estas são algumas das dores de cabeça que você vai ter para instalar seu kit.

Aqui está minha primeira dica para instalação do kit: coloque tudo no lugar definitivo, antes de fixá-los permanentemente, pintar ou fazer qualquer outra coisa. Isto inclui os painéis de fibra de vidro, pára-lamas, pára-choques, estribos, rodas, capô, etc. Abra e feche as portas e capô, movimente a direção até seus limites nas duas direções e não faça nenhuma instalação com o carro sobre macaco ou elevado. Deixe o carro no chão com a suspensão definitiva instalada. Uma falha poderá causar uma medida incorreta.

Se você está interessado em comprar um kit da Mark V, cheque o site deles, aqui. Lembre-se que eles fornecem à Bugpack, portanto, pode ser que faça alguma economia comprando diretamente.

Estas fotos são de meu Fusca 1976, com um kit baja wide eyes de sete peças instalado. Estas peças consistem em quatro pára-lamas, capô dianteiro, frente e asa traseira. Este kit vem com instruções que são melhores que a maioria, mas eles poderiam se esforçar um pouco mais.

Agora vamos falar de algumas coisas que você vai precisar fazer para instalar seu kit e ter um bom visual. Primeiramente, você precisa retirar os seguintes itens:

  • Pára-choques dianteiros e traseiros
  • Suportes dos pára-choques
  • Capô dianteiro e capô do motor
  • Os quatro pára-lamas
  • Motor

Uma vez que estes itens foram removidos, você está pronto para fazer as medições e iniciar os cortes. Você precisa deixar o carro preparado para receber o kit de baja, cortando a saia dianteira central (front apron, em inglês). Eu usei uma serra tico-tico reta, mas já vi fazerem este mesmo trabalho com uma serra circular pequena ou com uma tesoura a ar. Siga as instruções que vieram com seu kit, pois elas podem variar de fabricante para fabricante.

Eu sempre recomendo cortar a menor quantidade de metal possível e ir checando o encaixe com as peças de fibra de vidro. Você sempre pode cortar um pouco mais, mas se cortar demais...

Continue checando o alinhamento e o encaixe do capô com a saia dianteira central. Use uma caneta marcadora para desenhar as linhas e fazer marcas de alinhamento. Assegure-se de garantir que há espaço para o pára-choque dianteiro, se você vai colocar um. Faça isto, antes de fixar a saia dianteira de fibra. Uma vez que a dianteira está do jeito que você quer, pode fixá-la ao carro. Eu sou uma pessoa que tem a segurança em primeiro lugar. Então, faço algumas coisas para garantir segurança em caso de alguma batida dianteira. Lembre-se que você está removendo uma grande quantidade de metal da dianteira do carro, que é usada para reduzir as conseqüências de um impacto de frente.  Eu uso algumas peças de tubo quadrado (metalon), soldando-as na frente e ajudando a segurar as laterais do carro e uma placa de aço (18") de reforço, soldada na carroceria de aço e aparafusada na frente de fibra. Soldando estas peças, é feito um retângulo perfeito de reforço para a dianteira do carro. (nota do tradutor: o site original tem muito mais fotos sobre este reforço).

Depois que as soldas estão prontas, e depois de exaustivas medições, a frente de fibra foi aparafusada na carroceria. A foto seguinte, mostra a parte externa desta fixação:

As porcas ficam para dentro do carro. Eu gosto de utilizar arruelas de nylon. Você não precisa arruelas de pressão nesta peça, mas você deve usar arruelas lisas dentro e fora. Tenha cuidado de não apertar demais ou poderá causar trincas na fibra de vidro.

Uma vez que a saia dianteira esteja no lugar, preencha os espaços com espuma rígida de poliuretano. Você pode comprar uma lata (spray) em qualquer ferragem. Este produto é excelente para selar e preencher os espaços, colando a peça de fibra ao aço e ajudando a evitar a entrada de água e sujeira no porta-malas. Este produto cola facilmente em qualquer coisa, portanto, tenha cuidado.

Uma vez que a espuma endureça (uma noite),  o excesso pode ser cortado com um estilete.

Se o espaço a ser preenchido for superior a 1" (2,5cm), recomendo que seja feito o preenchimento com fiberglass. Eu fiz o preenchimento inferior, onde a saia encontra a lata, com fiberglass. Deu aproximadamente 3" (7,5cm) de preenchimento, então fiberglass foi a melhor opção.

Uma vez que a saia dianteira esteja no local definitivo, você pode começar a fixar os paralamas.

Veja a segunda parte desta tradução...

Vai para a página do USA BAJA
O uso deste site e seu conteúdo subentende o conhecimento das "Políticas de Uso"
Apoiando buggueiros desde 1999 - by planetabuggy