página inicial
 

Respeitando o direito do autor, solicitei autorização via e-mail para colocar esta tradução em meu site. A resposta veio muito rapidamente, autorizando a tradução e divulgação de seu trabalho.Nunca cortei uma plataforma de Fusca, já que comprei o meu pronto. No site, tem outro artigo do David Helland, mostrando como se faz um rack de alumínio. Veja neste link.

Também é verdade que a maioria das carrocerias de buggies fabricadas atualmente no Brasil, já vêm com seu próprio chassi. Todavia, acredito que este artigo pode ser de interesse para os que precisam reformar algum dos buggies antigos ou até mesmo criar o seu próprio.

Os americanos seguem utilizando a plataforma do Fusca em seus buggies e devem ter boas razões para isto. Não tenho queixas do meu, mas já vi alguns que não utilizam a plataforma, quebrados... As fotos podem ser encontradas em maior formato clicando nelas.

Um amigo precisou trocar a plataforma de seu Bugre e utilizou estas informações para fazer os cortes e soldas necessários. Segundo seu relato, o profissional que fez o serviço, adotou integralmente este sistema e foi bem sucedido.

Carlos Vaz

por David Helland
Link para o artigo original

Eu não conheço a história completa por que motivo o Meyers Manx foi projetado para ser 14-1/4 polegadas menor que um fusca mas estou seguro que o resultado é que o Manx tem características surpreendentes para o "fora-de-estrada" . A inspiração de Bruce nos proporciona muitas horas de diversão.

O VW Fusca combina uma carroceria e um chassi para implementar um corpo monobloco muito rígido. O Fusca não é um verdadeiro monobloco porque o corpo pode ser removido simplesmente desaparafusando-o. O chassi restante é chamado de plataforma (Nota do Planeta: ou "chinelo" em algumas regiões do Brasil).

A plataforma consiste em um túnel de aço central com fixações na dianteira e na traseira para prender componentes da suspensão e uma chapa de metal para formar o assoalho do carro. Quando o corpo é removido, o túnel central da plataforma é o único componente estrutural permanecendo entre a frente e a traseira do chassi.

O túnel não é um componente estrutural completamente rígido e isso permite alguma torção entre a frente e a traseira da armação. Quando encurtamos a plataforma é extremamente importante soldar corretamente atrás do túnel para restabelecer a integridade estrutural da armação.

Quando um corpo de fibra de vidro é preso à armação recupera-se algumas das características de monobloco mas não fica tão rígido quanto o Fusca. Se o túnel não for soldado e reforçado corretamente, é muito provável que o carro quebre pela metade.

Um soldador MIG é mais recomendado, porém, eu fiz o trabalho com soldador de gás de oxigênio-acetileno. Um soldador elétrico não é recomendado porque o material é tão fino que ele derreterá. Também é muito importante manter o alinhamento da armação intacto.

Eu sempre gasto mais tempo medindo para ter um alinhamento preciso que propriamente soldando.

 

A localização na armação onde as 14-1/4 polegadas serão removidas é a seção diretamente atrás da alavanca do freio de emergência em uma linha com a parte traseira dos trilhos dos assentos.

Quando examinamos a plataforma, é óbvio que os lados da plataforma do Fusca não são paralelos, as duas metades não vão emparelhar exatamente quando eles forem recolocados junto. Há vários modos para realizar este feito.

O método que eu vou descrever recorta 14-1/4 polegadas diretamente pela armação e então corta fora parte das laterais trapeiras para casar as duas metades (veja a foto).

 
RETIRANDO A CARROCERIA DE CIMA DA PLATAFORMA

A carroceria é removida da plataforma retirando-se primeiro todos os parafusos do canal debaixo da extremidade exterior da armação (uma chave pneumática faz isto depressa). Também há quatro parafusos que devem ser removidos do lado inferior do carro, na frente da torre da barra de torção traseira.

Então remova os dois parafusos localizados atrás das rodas traseiras e que prendem o corpo às torres de suspensão traseiras. Também há dois parafusos debaixo do assento traseiro do carro que prende às torres de suspensão traseiras. Os últimos dois parafusos são localizados na frente do tanque de combustível e que conectam ao topo do quadro da suspensão dianteira. Antes de você possa retirar o corpo, é preciso desconectar a barra de direção da caixa de direção, remover o cabo de velocímetro, desconectar os controles do aquecedor (se tiver), e remover a instalação elétrica que está conectada ao motor e ao cilindro-mestre do freio. A próxima tarefa é erguer o corpo fora do chassi. Há vários modos para fazer isto.

O método que eu escolhi em 1966 era enganchar uma talha nas vigas da garagem de meu pai. Eu tive sucesso quebrando a viga e desmoronando o telhado da garagem sobre o VW! É melhor conseguir quatro ajudantes, dois paus 2"x6" com 3 metros, e quatro cavaletes.

Primeiro, erga a frente da carroceria fora da plataforma e deslize um dos paus 2"x6" debaixo da carroceria, apoiando em cada lado com os cavaletes. Então faça a mesma coisa na traseira do carro. Quando a carroceria estiver erguida, o chassi pode ser rolado para fora. Eu removi recentemente sozinho uma carroceria construindo uma armação de madeira grande e usando uma talha para levantar a carroceria. A armação precisa de ser limpa e preparada antes de encurtar.

O motor e a caixa devem ser removidos porque são pesados e a plataforma precisa ser invertida para soldar por baixo. Abra o buraco de acesso localizado no torpedo à frente da armação entre os tubos de barra de torção dianteiros e remova a barra de troca de marchas, depois de separá-la da frente da transmissão.

Deixe a suspensão dianteira na plataforma para ter pontos de referência para medir e alinhar o chassi. Limpe o breu espesso que cobre o material da plataforma inteira de forma que o metal possa ser limpo de ferrugem e, eventualmente, pintado. A seguir, você tem que remover os tambores de freio traseiros e os cabos de freio de emergência.

Desconecte a linha de freio hidráulica do conector. Puxe a linha de freio para a frente do chassi dobrando as abas que seguram a linha na plataforma. Você também terá que tirar o conjunto de pedais para remover o cabo de embreagem e cabo de acelerador.

 
NIVELANDO A PLATAFORMA

Uma vez que a plataforma esteja limpa, o próximo passo é apoiá-la a aproximadamente 50 cm acima do solo, de forma que fique perfeitamente em nível e confortável para cortar e soldar.

Para nivelar a plataforma, coloque um nível de bolha na parte da frente da alavanca de troca de marchas, em cima do túnel, e ajuste os apoios da frente e de trás para centrar a bolha.

A parte plana do túnel na frente da abertura de acesso traseiro também deve estar nivelada. A plataforma também deve ser nivelada de lado a lado.

Isto é realizado colocando uma madeira ou cano perfeitamente reto na torre do amortecedor da suspensão dianteira e ajustando então o outro lado para apoiar o nível de bolha.

Então coloque outro cano ou madeira nas extremidades na estrutura da suspensão traseira para nivelar a traseira da plataforma. (Nota do Planeta: as fotos são bastante explicativas).

 

Agora você precisa fazer medidas em cruz para verificar se a armação está perfeitamente alinhada. Meça a distância do topo de uma torre de amortecedor dianteira para um dos buracos de parafuso na estrutura da suspensão traseira oposta.

Repita a medida na outra direção em cruz. estas medidas devem ser iguais, com uma pequena variação de, no máximo, 1/8 de polegada. Nós repetiremos este processo para garantir o alinhamento depois que as 14-1/4 polegadas forem removidas e as duas metades forem unidas.

 
MARCANDO O CORTE

Para fazer um modelo para marcar a seção de plataforma a ser removida, corte um pedaço de papel kraft, ou outro com tamanho suficiente, com exatamente 14-1/4 polegadas de largura e aproximadamente 30 polegadas de comprimento.

Ponha o modelo no chão plataforma com um das extremidades longas tocando a parte traseira dos trilhos do assento. Use uma caneta marcadora para traçar duas linhas paralelas do lado de cima da plataforma.

Repita o procedimento no outro lado da plataforma.Agora ponha o papel em cima do túnel a aproximadamente duas polegadas atrás do freio de emergência.

Alinhe o modelo de forma que as extremidades do papel encontrem as linhas traçadas no chão plataforma. Use a caneta marcadora para marcar as linhas em cima do túnel. (Nota do Planeta: veja as fotos seguintes).

 
 
O CORTE

É agora tempo para cortar usando um serrote elétrico (Nota do Planeta: este equipamento não é muito comum no Brasil, mas acredito ser possível iniciar o corte com uma serra manual e completá-lo com uma tico-tico). Cuidado para não cortar os tubos que são localizados dentro do túnel. Localize-os para evitá-los.

Use a serra para cortar pelos cantos do topo do túnel atrás do freio de emergência. Somente passe a lâmina de serra através do corte quando sentir que está seguro cortar. Se você colocar uma luz na abertura de acesso traseira para iluminar o interior do túnel poderá localizar os canos.

Quando você souber onde está seguro para cortar, prossiga e reduza os lados do túnel. O corte traseiro é mais enganador porque os tubos para os cabos do freio de emergência correm junto com os lados do túnel. Tenha extremo cuidado para cortar só o túnel e não os tubos. Durante o corte, um ajudante deve aplicar óleo para a lâmina de serra, de maneira que o trabalho use um par de lâminas em lugar de uma dúzia.Para remover a seção de túnel, você tem que serrar ao longo do fundo junto ao chão.

 
Não pique este pedaço. Corte-o com cuidado, porque o usaremos para reforçar o túnel depois. Use uma serra de disco para cortar uma abertura no túnel de forma que o serrote elétrico pode ser inserido.
 

Uma vez que o topo do túnel foi removido, coloque apoios debaixo do meio do carro recorte as seções do piso de metal da plataforma. É melhor cortar o assoalho por dentro das linhas de riscadas, de forma que ficará uma pequena porção de metal que se sobreporão quando as metades forem colocadas juntas.

Então use uma régua para desenhar duas linhas na seção de assoalho abaixo do túnel e recorte-a. Antes das duas metades serem colocadas juntas, os tubos de controle devem ser modificados. Meça a distância entre a cobertura de acesso traseira e os tubos de acelerador e embreagem que ficam para fora do chassi e então corte-os (não fora) da braçadeira que os segura no túnel. Remova o anel de borracha por onde as linhas de combustível passam para fora do garfo da transmissão traseiro.

 

Quando as metades forem colocadas juntas, estas linhas serão empurradas para trás e serão estendidas mais adiante fora dos buracos dos quais eles saem atualmente. Corte os tubos que são usados para controle do aquecedor (a menos que você more no Canadá). Use o serrote elétrico com uma lâmina longa (12 ") para alcançar a seção traseira do túnel e cortar a braçadeira que segura a linha de combustível. Os tubos de freio de emergência requerem consideração especial.

O que você fará depende se você pode obter ou fazer cabos encurtados. Para fazer cabos mais curtos, você tem que obter novos terminais e colocá-lo sobre os cabos encurtados com uma ferramenta especial (isto poderia ser realizado em uma companhia de equipamentos para embarcações - iatismo). (Nota do Planeta: estes cabos podem ser encontrados nas empresas que vendem kits de buggies) Se você pode ter cabos curtos, você deve manter os tubos intactos dentro do túnel.

Meça a distância do corte dianteiro do túnel até a frente dos tubos do freio de emergência. Marque esta distância nos tubos de freio do corte traseiro do túnel e corte os tubos neste local. Use o serrote elétrico para só cortar a braçadeira dentro do túnel atrás da alavanca do freio de emergência e remova as pequenas seções dos tubos. Então ponha uma braçadeira de mangueira ao redor dos tubos restantes. Assim eles virão junto atrás da alavanca do freio, quando as metades da plataforma forem unidas.

Se você não pode ter cabos curtos, os cabos normais poderão ser usados e enrolados para cima dentro do túnel. Neste caso corte os tubos do freio de emergência atrás do corte dianteiro do túnel deixando a pequena seção presa sob a parte posterior da alavanca do freio.

Corte os tubos do freio de emergência aproximadamente oito a dez polegadas dentro da seção traseira da plataforma e remova os pedaços soltos de tubulação. Use a serra para aumentar o buraco de acesso do túnel traseiro (não maior que o tamanho da chapa de cobertura) de forma que seja possível colocar sua mão dentro para enrolar o cabo e colocar uma braçadeira de cabo.

 
JUNTANDO AS PARTES

Agora é possível empurrar as duas metades da plataforma para juntá-las. Mantenha as metades apoiadas de maneira que elas não caiam e dobrem a tubulação. Enquanto empurra-se as metades para juntá-las, cuidadosamente puxe a embreagem, acelerador, e linha de combustível para fora das suas respectivas aberturas.

Quando as duas metades estiverem juntas, confira para qualquer diferença que deve ser removido com o disco de corte. Agora é novamente a hora de checar o alinhamento. Use o nível de bolha para ajustar o topo do túnel à frente e traseira como foi feito anteriormente.

 

Nivele a frente do chassi usando as extremidades superiores dos amortecedores dianteiros. Nivele a traseira do carro usando as extremidades das torres de suspensão. Faça as medidas em cruz, para verificar que o chassi está direito.

Não deve haver mais que 1/16 polegada de separação na junção do túnel. Se há mais que isso, deslize as metades separadamente e use o disco de corte para remover o excesso de metal . Nas laterais haverá até 1/2 polegada de espaço, devido à diferença de forma entre a frente e a traseira das metades da plataforma. Nós aqueceremos os cantos com um maçarico e os dobraremos no lugar durante a solda. Junte novamente as metades e meça-as.

O fundo pode ser preso por um grampo nos orifícios do freio de mão e do acesso na traseira.

 
SOLDANDO
 

Uma vez que as metades estão firmemente juntas e alinhadas, o processo de soldadura pode começar. Solde um ponto no centro do topo do túnel e então as seções dos lados do túnel onde elas estão emparelhadas uniformemente. Agora use uma tocha de oxigênio-acetileno para aquecer as seções com diferenças e coloque-as no lugar com um martelo.

Alterne entre soldar e aquecer com a tocha até o túnel estar completamente soldado no lado de cima. Pode haver um buraco de até 1/2 " onde os dois assoalhos se encontram na extremidade do fundo do túnel. Isto exigirá algum calor extra e um martelo de cinco libras para unir as extremidades o bastante para soldar. Agora inverta o chassi e solde o fundo do túnel.

 

O assoalho de metal pode ser soldado agora. Porém, uma fatia deve ser recortada do canto traseiro antes das extremidades externas da plataforma. Desenhe uma linha dos cantos de fora das seções traseiras ao longo do raio interior do canto para o fundo do assoalho da plataforma. Então estenda uma linha reta e paralela adiante do corte entre as metades.

Use a serra para cortar ao longo desta linha, de forma que o canto traseiro fique solto mas não corte fora. Agora dobre o canto solto até que as extremidades externas da plataforma emparelhem. Use a caneta marcadora para desenhar uma linha na porção sobreposta da seção traseira. Tire o canto solto e corte o material de excesso à linha marcada com tesouras de lata. Agora dobre o canto solto no lugar; prenda-o com uma braçadeira e solde-o.

 

Para reforçar a solda do túnel, corte uma tira larga de 1-1/2" do pedaço de túnel removido e solde em cima da solda no topo do túnel. Se a plataforma tem aberturas para controles do ar quente, estas aberturas devem ser fechadas com solda e reforçadas.

Corte o pedaço restante do túnel longitudinalmente em tiras larga de 1-1/2". Solde uma tira em cada lado do túnel na superfície vertical debaixo da abertura de freio de mão. As tiras estreitas cortadas são soldadas em cima das aberturas de aquecedor.

 
 

O último detalhe é encurtar os tubos de embreagem e acelerador e as linhas de combustível fora as que estão presas na traseira do chassi. Use as medidas que foram feitas antes do chassi ser cortado. Reinstale o anel de borracha da linha de combustível para impedi-la de sacudir e solde os tubos de cabos da embreagem e do acelerador na extremidade da plataforma debaixo da cobertura de acesso traseira. Não esqueça que a barra acionadora do câmbio também deve ser encurtada em 14-1/4 polegadas.

Quando você encurta esta barra, marque uma linha horizontal na barra antes de corta-la, para estar seguro que as duas metades fiquem unidas sem qualquer torção. Instale uma bucha de fibra sintética nova dentro do túnel, antes de repor a barra acionadora do câmbio.

Eu acho que a limpeza da plataforma, antes de pintar, é melhor realizada com uma escova de aço acoplada em uma furadeira industrial com eixo flexível. (Nota do Planeta: se for usar jato de areia, tape bem todos os orifícios que não devem receber areia - tubos, interior do túnel, etc.).

Depois de um boa camada de emborrachamento no inferior e um fundo inibidor de ferrugem (zarcão ou similar) na parte superior, você está agora pronto para o Rock & Roll (roll over rocks)!

 
Volta para "Detalhes da Carroceria"
[Página Inicial] [Clássicos] [Atuais] [Extintos] [Forum do Planeta] [Contato]