Buggy BRM8
Tarso Nogueira/BA
inserido no site em 05/03/2006
Esta página não tem ligação com o fabricante deste veículo

Seguem as fotos do meu BRM M8 recém adquirido. Já tive duas belas motos, mas minhas hérnias de disco me fizeram tentar um jipe: haja paciência... e grana... A sensação de liberdade e agilidade do buggy é muito legal. Pois é, agora sou bugueiro!

Depois de receber o carro comecei a fazer umas pequenas melhorias. Gosto muito de mexer no brinquedo, principalmente durante os meses de inverno, quando a chuva em Salvador é muito comum. Pois bem, seguem aí alguns exemplos. Nada de tunning!!! Espero que sirvam como sugestões.

Logo na chegada suspendi o carro sobre cavaletes e apliquei anti-rust nas partes metálicas e nos parafusos sob o assoalho. Engraçado como foi útil um antigo macaco para motos custom que ainda tenho. Ele encaixa certinho nas longarinas do monobloco próximas à caixa de câmbio. Também na frente ele tem o seu lugar. Uma boa solução para levantar o carro com facilidade e segurança.

  • Coloquei um volante geralmente utilizado em jipes de 350 mm no lugar do original de 330 mm . Isso faz com que se possa enxergar o painel do M8 e torna a direção mais confortável.
  • Os cintos de segurança dianteiros originais são muito curtos e não sou mais um jóquei. Substitui por um par de cintos com catraca vendido na Donatti4x4 que ainda tinha. Precisei de parafusos mais compridos com porca de travamento na fixação do ponto no santo-antônio.
  • Instalei sob o painel uma lâmpada com soquete de sinaleira da CB 500 para iluminação “interna”. Utilizei como luminária uma lanterna de pisca do jipe CJ 5. Como a lâmpada é de 15 W, instalei com a proteção de um relê.
  • Instalei um kit novo de limpeza do pára-brisa vendido na Donatti4x4. Com a maresia faz muita falta! São dois brucutus, mangueiras, fiação, botão para o painel e o reservatório de água com a bomba elétrica acoplada. Instalei o reservatório com a bomba encostado na carcaça do porta-luvas. Os brucutus foram instalados bem próximo ao pára-brisa por limitação da tampa do capô. Mesmo assim ficou muito bom. Utilizei cola epóxi (Araldite) para ficar bem os brucutus.
  • Instalei uma buzina marítima da marca Araponga, que estava instalada no mata-cachorro de minha antiga moto. Utilizei uma botoeira do tipo start com um relê auxiliar. A corneta ficou logo à frente e abaixo do tanque (voltada para a esquerda) e o compressor fixei na base do pára-choque. No teste quase matei a minha filha de susto! Por causa da bendita buzina o carro ficou conhecido como balsa!
  • Instalei um alarme geralmente usado em motocicletas. Já o utilizei antes em motos e funcionou muito bem. Sua marca é Magic Sensor. Ele corta o sinal da ignição ainda na saída da chave após 50s sem o sinal de rádio do emissor, que fica no meu bolso. Não instalei o sensor de inclinação, muito útil na moto.
  • Instalei há pouco um relógio analógico do Ford Ka, que sobrou de uma aventura que tive com esse carro. Combinou bem com o restante dos instrumentos.

Tarso Nogueira
tarsonog@ig.com.br

 
 
Boas idéias para a customização de buggies. A experiência de motociclista e jipeiro valeu para a adaptação deste buggy.
Vai para a página do BRM
O uso deste site e seu conteúdo subentende o conhecimento das "Políticas de Uso"
Apoiando buggueiros desde 1999 - by planetabuggy