De volta para casa...
REVISTAS ESPECIALIZADAS
tópico inserido no site em 25/07/2003
 
Revistas Especializadas

Lembro do tempo em que haviam poucas revistas especializadas em automóveis e, portanto, a escolha era bem simples. Atualmente, todo mês aparece uma nova revista “especializada” em alguma coisa para automóveis – 4x4, som, antigos, hot, trucks, escolha seu carro... e por aí vai. O problema é que as revistas há algum tempo (não vou dizer antigamente) preocupavam-se com o que os leitores estavam procurando. Lembro da Motor3, que tinha um perfil que bem se adequava ao meu estilo: um pouco de tudo, de aviões a modelos, passando por motos, carros estranhos, análise de estilo, comentários inteligentes. A Oficina 4Rodas e Oficina Mecânica, com valiosos artigos técnicos, aprofundando-se nos conceitos e nos detalhes.

Mudou o usuário deste tipo de publicação? será que não há mais espaço para os graxeiros e apaixonados por carros neste vasto espaço editorial que aí está?

Lamentavelmente, acho que não existe mais nada adequado aos "dinossauros" como eu. Apenas muita cópia, muita fotografia e muita publicidade. Onde está o conteúdo??? Será que o consumidor bestificou-se e não precisa mais ter qualidade?

As revistas tradicionais, por exemplo, apresentam grande qualidade gráfica, papel de primeira, excelentes fotografias, mas são praticamente descartáveis, com quase nada de profundidade, sem aquele conteúdo que eu gostaria de ver, guardaria para consultar, colecionaria com prazer.

Quando o assunto é buggy – uma ausência quase completa, apesar do grande número destes veículos rodando e ainda sendo fabricados no Brasil – a ignorância mostra-se com todas as letras, com conceitos não condizentes com a realidade, não raro comparando-os aos veículos de passeio atuais ou mesmo aos 4x4 de (muitos) milhares de reais.

Como fazer entender a estes especialistas, que um buggy ressuscita no homem um pouco do prazer de fazer as coisas com as próprias mãos, tarefa que é praticamente impossível em um veículo atual, com a quantidade de eletrônica embarcada que existe hoje (a não ser que você se contente em calibrar pneus, trocar lâmpadas ou passar óleo spray em algumas dobradiças).

Como fazer entender que um buggy é um veículo tosco, mas que isto, antes de ser um defeito, é uma qualidade. E que todo buggueiro é uma criança com um brinquedo mais que perfeito: aquele que você pode brincar, quebrar, consertar e brincar novamente, sem culpa e sem peso na alma!

Como fazer entender que há um grande número de indústrias totalmente brasileiras por trás disto, que brigam por seu espaço e que apreciariam um pouco de luz sobre o assunto...

Enquanto espero que esta situação melhore, a contragosto, compro revistas norteamericanas, como a VW Trends, que permanece com o mesmo estilo há mais de 30 anos.

Carlos

 

[Página Inicial] [Clássicos] [Extintos] [Atuais] [Forum do Planeta]

O uso deste site e seu conteúdo subentende o conhecimento das "Políticas de Uso".
website: http://www.planetabuggy.com.br

1999/2003 - by planetabuggy