Carlos, meu amigo...

Até que enfim!

Depois de um ano de reforma ele está no auge de sua saúde. Fiz todos os preparativos conforme instruções e peguei a estrada.

Ao meu lado uma Strada da Fiat com mais três amigos, um isopor com cerveja, refrigerante e água. Levamos 10 litros e trouxemos 10 litros. Não bebemos nada.

Saímos as 06:00 de Franca (interior do Estado SP - próximo a Minas Gerais) com destino a Serra da Canastra. Fomos com cautela na estrada, mas até que meu Laser manteve a média de 100/110 na descida e 80 na subida. Não precisa mais que isto.

Chegamos em Ibiraci-MG. 36 quilometros de Franca. Completei o buggy novamente, até a boca e tomei um susto: Coube apenas um litro e meio de gasolina. Achei estranho e quero fazer uma média novamente com pelo menos 100 quilometros de estrada. Não utilizo "válvula mágica" e enchi o tanque pelas duas vezes no plano. Ainda estou por entender, mas se for isto mesmo, não vendo ele nunca mais.

Saimos de Ibiraci e foi só estrada de terra, barro, ponte, até chegarmos na Usina do Peixoto. Passamos pela barragem (já tinhamos rodado 85 quilometros) e seguimos em frente. Como era o primeiro passeio de todos, não nos preocupamos muito com o caminho, mapa, etc...

O que aconteceu ???

Viramos a direita quando era para entrar a esquerda...

Isto não é o problema, o problema é que descobrimos isto após 50 quilometros de estrada de terra, barro, ponte...
Resolvemos não voltar e seguimos em frente.

     
     
Demos de frente com esta lagoa aí na foto. Passei primeiro para ver se estava tudo bem, depois voltei e fui de novo pois estava adorando o test drive.
 
 

Após alguns quilometros, encontramos um lugarejo chamado "Claro" próximo a cidade de Delfinópolis-MG. Muito lindo ali. Descarregamos tudo e foi só festa.

Após algumas horas, vamos levantar acampamento. Pegamos a estrada novamente e não tinha barro que segurava. Encontramos um belo lamaçal logo a frente onde passei com certa dificuldade. A Fiat-Strada, apesar da altura, atolou.

Amarramos uma bela corda e meu Laser arrastou Strada, barro, mato, etc.... Quando estava quase chegando em Delfinópolis - MG., (70 quilometros de Franca-SP), lá se foi meu cabo de embreagem.

Bem que o Luizinho falou ....

Duas coisas não levei, cabo de embreagem e bobina. Justo o cabo... Mas deu pra chegar mudando as marchas no tempo, foi um pouco cansativo, mas valeu.

Para passar a balsa que foi chato. Sem embreagem não tinha como dar a partida na subida de primeira. A Strada retriuiu a gentileza e fui rebocado uns 100 metros até um local plano.

Partida novamente de segunda e tchau.

Cheguei em casa às 16:30, entrando na garagem de terceira marcha.

Graças a Deus tudo correu bem e o recado que passo a todos é:

  1. "o segredo de um bom passeio é planejamento" - pense em tudo. Graças a Deus que foi o cabo da embreagem pois se fosse a bobina, só com outra.
  2. Tenha todo o caminho na ponta da língua, não espere encontrar alguém que indique. No nosso caso, pensamos que era só perguntar que todo mundo sabia o caminho.
  3. Nem sempre em uma encruzilhada está passando alguém. Saiba o mapa.
  4. Planeje muito e vá com segurança, que o passeio compensa.

Agradeço a você, Carlos, pela atenção. Ao Luizinho, pelas dicas e a todos os colaboradores do site.

Ainda estou devendo as fotos da reforma. Tenho tudo, porém, não comprei o scanner. (Preferi trocar a planetária, que facada, ai, ai, ai...).

Alexandre

 
Nota do Planeta: Se você for para a estrada, aceite as recomendações do Alex e leia o que está no site em Tralhas & Trilhas
 
Volta para a página da Laser

[Página Inicial] [Clássicos] [Extintos] [Atuais] [Forum do Planeta] [Contato]