De volta para casa...
Sarrus - Jairo/RS
atualizado em 14/12/2003
inserido no site em jan/2002

Sou o Jairo de IJUI/RS. Finalmente consegui escanear algumas fotos do meu buggy Sarrus.

Ele está comigo há 12 anos, foi comprado logo depois de montado, vivo mexendo em tudo, motor, rodas carroceria, escapamento (já fabriquei alguns, para que o ruído do motor ficasse do meu jeito, tento fazer tudo facilmente removível, pois em pouco tempo perde a graça e muda-se tudo). Fiz cursos de mecânica do SENAI e aprendi a trabalhar com fibra, tudo para manter meu hobby. Faço boa parte da manutenção sozinho, o que é um grande prazer.

Bom vamos ao carro, que é o que interessa:

É um buggy SARRUS, fabricado (carroceria) em 1988; o chassi é um ex- TL VW, ano 1974, que foi encurtado pelo fabricante do kit; o motor original (1.600cc com 1 carburador), bem surradinho, deu lugar a um 1.700cc com comando de válvulas de 276 graus; os cabeçotes foram rebaixados para aumentar a taxa de compressão; o volante do motor perdeu um quilo de material para favorecer as arrancadas; dois solex .40 foram instalados (tive que fabricar os acionamentos usando os do solex .32) colocados um puxando por cima e o outro por baixo, pois os .40 abrem a borboleta para o mesmo lado e o .32 abrem para dentro, no .32 existe direito e esquerdo e nos .40 não; o escape que uso atualmente é um dimensionado 4x2, quase sempre sem abafador. Na suspensão, coloquei as catracas, iguais às do PUMA, para facilitar quando se quer suspensão alta ou baixa; o câmbio tem um encurtador de curso, as trocas ficam mais rápidas e a alavanca se movimenta pouco.

Outra coisa que também foi adaptada, foi uma capota de fibra, já que uso o carro quase todos os dias para ir ao trabalho. A capota é uma EMIS que comprei usada da propria EMIS e adaptei ao carro, fazendo alguns moldes com papelão e depois recortando pedaços de fibra com os moldes, que foram rebitados no lugar até dar forma aos contornos da carroceria, que são bem diferentes do EMIS. Depois, foi só laminar por dentro e por fora, passar massa e pintar: ficou bom e também é removivel, pois fica presa a carroceria com 4 parafusos e borboletas para facilitar a retirada ou colocação.

O motor já ganhou igniçao eletrônica e uma bobina ACCEL de 55.000 v(amarela) com velas BOSCH de 4 eletrodos. As rodas são aro 14; as traseiras foram alargadas da tala 6" para 8" e pintadas de vermelho, a mesma cor do motor; tenho outro jogo, as originais da Brasília, com as traseiras alargadas de 5" para 7" e que foram pintadas de amarelo. Assim posso mudar quando canso de uma.Os pneus são 185/60 na dianteira e 195/70 na traseira.

Logo deve haver mais modificações, pois não consigo ficar muito tempo sem acrescentar algo, quem sabe um turbo?

     
     
 

Mais algumas fotos do Sarrus, com detalhes da descarga e dos adesivos!

"Nestas fotos aparecem o adesivo do Planeta, que está lá desde que a idéia foi lançada, e de dois escapes que uso, um 4x2 dimensionado, sem abafador e outro um 4x2 que fiz aproveitado alguns canos cuvos de outros escape, com dois abafadores de lã de vidro com cano interno de 3 polegadas. O som é bem grave".

 

Volta para a página da Sarrus

[Página Inicial] [Clássicos] [Extintos] [Atuais] [Forum do Planeta] [Contato]