De volta para casa...

Tipos de bugues

[17 Julho 2002 - 00h01min]

Quanto ao tipo de construção

Gaiola (rail buggy) - bugue construído com chassi de tubos que servem também de carroceria, normalmente para duas pessoas, podendo ser monoposto. Há modelos com motorização VW ar ou água (AP), mas, na maioria das vezes, a caixa é VW ar, colocada em posição normal ou invertida (motor central).

Baja Buggy (ou baja bug) - a denominação vem da região onde apareceram: nos desertos da Baixa Califórnia (USA). São fuscas com grandes aberturas de pára-lamas, para permitir a colocação de grandes rodas e pneus. Parte da carroceria (nariz, pára-lamas e traseira) é recortada e substituída parcialmente por peças de fibra de vidro. Quase sempre tem a carroceria levantada para permitir maiores rodas.

Fiberglass Body - no início, eram utilizadas plataformas de fuscas, encurtadas em torno de 30cm. Atualmente, já existem buggies com chassi próprio, mas quase sempre mais curtos que um fusca. As carrocerias são feitas de muito poucas peças (duas, três) e é praticamente um monobloco rígido (apesar de, tecnicamente, não ser um monobloco).


Quanto á utilização

Passeio (ou cosmético) - trata-se de um bugue com bom visual, mas sem nenhuma preparação para enfrentar caminhos difíceis. É o buggy de cidade ou da orla marítima, que não encara as dunas e trilhas. É mais confortável, podendo ser ''familiar'' ou esportivo. É o mais freqüente, atualmente. Mesmo o santo antonio de alguns buggies são meramente cosméticos, uma vez que não possuem resistência ou fixação adequadas para uma eventual capotagem.

Competição - bugues, geralmente gaiolas, utilizados em auto-cross. Tem motores e suspensão preparados, além de serem muito reforçados. Estes veículos tem todas as características necessárias à competição: bancos fixos, gaiola de proteção, cintos de quatro pontos (no mínimo) e, normalmente, não andam nas ruas, dispensando os ítens obrigatórios (estepe, pára-sol, etc).

Areia - é o legítimo ''Dune Buggy''. É semelhante aos de passeio, mas com pneus adequados e filtro de ar mais protegido da areia e santo antônio. O motor pode ser standard e a caixa mais reduzida que o fusca normal (kombi ou as antigas do 1300). As rodas traseiras de um dune buggy, devem ser mais larga, para permitir uma melhor flutuação do buggy na areia.

Trilha - é um veículo praticamente igual ao Dune Buggy, mas com pneus tipo lameiros e proteções contra galhos e mato. As rodas traseiras devem ser mais estreitas que os de areia para melhor proteção do aro, que deve ser, preferencialmente, de ferro.

Fonte: site www.planetabuggy.com.br


Volta para "O Buggy na Imprensa Brasileira"