Ferramenta artesanal
Medidor de compressão
inserido no site em 02/10/2005

Relógio Comparador de compressão de cilindros (Passo a Passo)

Por Bráulio Lima

Materiais necessários:

Uma vela de carro, dependendo da aplicação, de rosca longa ou curta, pode ser queimada mesmo.
Uma mangueira tipo gás de preferência nova + ou – uns 90 centímetros. (é mais maleável e resistente)
Duas braçadeiras para a mangueira de gás, tipo chave de fenda.
Um medidor de pressão com escala de 0 a 21 Kgf/cm quadrados ou de 0 a 300 lb f/pol quadradas.
Um tubo de aço de cerca de 10 cm de comprimento, por 3 cm de largura.
Uma câmera de ar de motocicleta e outra de bicicleta estragada.
Uma porca para chave de boca 12 ou 13 e um tubo de aço de mesma medida interna da mangueira de gás

Ferramentas usadas para construção:

Lixadeira angular ou segueta com torno para firmar as peças a serem cortadas e adaptadas.
Solda elétrica, MIG ou amarela
Araldite
Chave de fenda, martelo e pequena talhadeira.

Primeiro questionamento:

Por qual motivo algumas peças são estragadas?
R. Pelo fato de que não precisam ser novas.

Segundo questionamento:

Onde localizo o medidor de pressão?
R. Pode comprar em lojas de mangueiras de pressão ou em camelô mesmo (é o mesmo relógio usado em bombas de encher pneu de bicicletas) mais ou menos uns 10 reais cada.

E as demais peças?
R. Em lojas de fogões, depósitos de construção ou em “sucata” dentro de casa

Como fazer:

  1. Pegar uma vela de carro com anel de vedação e rosca em bom estado (se for usar somente em carro com cilindro de rosca curta) usar a vela de rosca curta a fim de não haver a possibilidade de se danificar a cabeça do pistão, ou então usar a cabeça de vela de rosca longa usando dois anéis de vedação da própria vela.
  2. Sem danificar a rosca da vela, quebrar a parte de louça da vela usando o martelo e retirando todo o “miolo” da vela com a talhadeira pequena, sobrará ao final o tubo da vela com rosca e oco por dentro.
  3. Apanhar o tubo de 10 cm soldando-o ao tubo da vela ( O tubo que usei foi de dois pinos munhão de pistão de moto e soldados com solda mig para não ter vazamentos ).
  4. Soldar no tubo, a porca de chave 12 ou 13 e nela o último tubo que será usado como encaixe para a mangueira.

    Para não perder a ordem ficou assim definido:

    • Parte de metal da vela (rosqueável)
    • Tubo de 10 cm
    • Porca para chave 12 ou 13
    • Tubo onde será acoplada a mangueira de gás.
  5. Depois do conjunto já ter esfriado as soldas, tampar uma das pontas do tubo e soprar para ver se o conjunto apresenta vazamentos (faça igual a soprar uma flauta). Recomendo usar água e detergente tendo atenção especial nos locais onde foram feitas as soldas para ver se não saem bolhas externas. Se sair, refaça a solda nos pontos com problema até o conjunto ficar completamente selado.
  6. Retirar, da câmera de moto, o bico em metal tipo latão, Somente em câmeras de moto o bico é em metal e rosqueado.
  7. Embutir o bico de ferro da câmera de moto no interior da cabeça da vela oca, (usando a segueta e ou lixadeira angular colando o conjunto do bico internamente com Araldite. A idéia é que o bico da câmera de moto servirá como válvula de retenção da compressão (Cuidado especial deve ser feito no sentido de que o Araldite não caia na parte interna da válvula de moto)
  8. Deixar secar o Araldite por 24 Hs e usando um saca válvula trocar a válvula de moto por uma de bicicleta. O motivo de trocar as válvulas é que nas válvulas de bicicleta a pressão para encher é menor (Vc consegue encher um pneu de bicicleta com qualquer tipo de bomba, já com a válvula da moto não pois tem que fazer uma pressão maior.
  9. Colocar a mangueira de gás no medidor de pressão e a outra ponta dela no cilindro rosqueável apertando os conjuntos com braçadeira, sendo assim está pronta a ferramenta Tabajara, made in Bráulio X12 4x4 de BH.

Como usar a ferramenta

  1. Desligar completamente o cabo de vela da bobina, para que o carro não dê partida de centelha em hora nenhuma e vá funcionar os cilindros com a ignição ativada.
  2. Retirar uma vela de cada vez e rosquear o tubo de aço do relógio em seu lugar.
  3. Dar o aperto na porca que você usou tipo 13 ou 14, usando chave de boca.
  4. Girar o carro no motor de arranque (com a chave) e ir acompanhando a evolução do ponteiro do medidor de pressão por cerca de meio minuto.
  5. Quando o medidor estabilizar anotar os dados da compressão do cilindro e repetir a operação em todos os cilindros.
  6. Verificar se há discrepância de compressão dos cilindros. Não se justifica o fato de ter cilindros com boa compressão e outros em mau estado. Todos tem que ter a mesma medida. Obs: Consegue-se maior padronização de medidas de compressão com giro de motor de arranque, ao invés de se ligar o carro.

Para conferência de taxas de compressão dê uma olhada em:

http://www.planetabuggy.com.br/mecanica/volkswagen.htm

Espero ter ajudado aos amigos bugueiros e mecânicos de plantão.

Bráulio Gurgel X12 TR
4x4 de BH com freio seletivo
enancha@ig.com.br

 
Relógio do tipo para medir pressão de pneus, facilmente encontrável em lojas especializadas ou camelôs.
Foto mostrando o encaixe da mangueira no conjunto.
Detalhe da solda na vela no tubo de metal.
Detalhe do bico de latão, da câmara de moto, dentro da vela.
Foto do conjunto pronto para uso.
Vai para a página de mecânica
O uso deste site e seu conteúdo subentende o conhecimento das "Políticas de Uso"
1999/200
5 - by planetabuggy